O outro lado da anorexia

E já que falei de anorexia no último post, acho interessante agora lembrar do caso das mulheres da Mauritânia, na África. Elas sofrem o efeito contrário da maioria das ocidentais: por lá quanto mais acima do peso você estiver, melhor. Quando as mulheres vão casar,  passam por um processo de engorda, chamado de “leblouh”.  Uma boa reportagem (em inglês) sobre isso, saiu um tempo atrás na Marie Claire.  As mulheres – muitas vezes ainda meninas – são obrigadas a ingerir até 16 mil calorias por dia. Se não comem, podem apanhar das mais velhas. Se vomitam, podem ter que comer seu próprio vômito. Para os homens da lá, mulheres gordas são exemplo de riqueza.

Anúncios

Uma resposta para “O outro lado da anorexia

  1. lamentavel a ignorancia das pessoas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s