Polêmico livro de Amy Chua chega ao Brasil

Já está à venda no Brasil, pela Editora Intrínseca, o livro Grito de Guerra da Mãe-Tigre, de Amy Chua, uma das maiores polêmicas dos últimos tempos. Chua é americana e descendente de chineses. Ela mostra no livro como criou suas filhas repetindo uma tradicional – e por vezes chocante – disciplina chinesa. Ela tentou controlar estritamente a vida das filhas, as impedia de fazer atividades simples como “aulas de teatro na escola” e as obrigava a longas horas de aulas de piano e violino. Ela as chamava de “desgraça” quando traziam para casa notas abaixo de 10.
         Chua contradiz tudo o que ocidentalmente se acredita que seja uma boa educação. Se você der um google no nome do livro, vai encontrar enxurradas de críticas pra todo lado, de estudos científicos dizendo que isso só faz mal para as crianças, que ela está criando monstros preparados para passar no vestibular e não pessoas felizes.
         Sou sempre contra o exagero, então concordo com boa parte disso – e confesso que ainda não li o livro para saber ao certo se Chua faz um mea culpa irônico de seus erros como mãe ou um manual para a melhor educação infantil.
          Mas talvez a matéria mais inteligente que eu li a esse respeito foi essa, capa da revista Time (quem consegue ler em inglês, take the time). Será que um livro chocante como esse não deveria servir para nos questionar, por outro lado, se a nossa educação está funcionando? Ok, a educação de Amy é dura demais. Mas será que a nossa serve de modelo? Será que os filhos que a nossa sociedade, do jeito ocidental, com os valores ocidentais, são mais felizes?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s