Alberto Goldin e as mulheres que ganham bem

A revista Lola, que em geral é bem legal, traz esse mês uma entrevista um tanto espantosa com o psicanalista Alberto Goldin. Ele começa dizendo que as mulheres, ainda que tenham cargos altos e poder, não precisam perder a feminilidade. Diz que a sexualidade funciona pela diferença. Até aí concordamos, Goldin. Mas depois a entrevista descamba para a impossibilidade de uma mulher que ganha mais que o marido ser feliz no relacionamento.

Pergunta a revista: Mas não há saída possível quando ela ganha mais? Quais são as opções?
A separação é uma opção. Outra é arranjar um amante ou ganhar alguma deficiência para compensar sua superioridade – engordar, por exemplo. Mas a mulher pode também ajudar o marido a crescer – ele poder ser casada com um professor que ganha pouco, mas que é um cara admirável, inteligente. Todo casal encontra um ponto de equilíbrio, mesmo numa dinâmica neurótica. A vida social ajuda muito. Há casais que quase não fazem sexo, mas conseguem ficar juntos porque convivem com amigos, viajam juntos, fazendo diferentes atividades. Encontrar prazar nas atividades do dia a dia também ajuda.

Atenção para a opção “engordar para compensar sua superioridade”. Ah, me poupe. Se for assim, coitada da autora de Comer, Rezar e Amar, a Liz Gilbert. Vendeu milhões, agora tá perdida. 

Anúncios

Uma resposta para “Alberto Goldin e as mulheres que ganham bem

  1. Faz todo o sentido. Muitas coisas – como engordar – são feitas de maneira inconsciente. O que mais conheço é gente que se sabota (sem perceber) para salvar seu relacionamento.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s