Al Jazeera denuncia: estupros na Líbia são armas de guerra

Há alguns dias correu a notícia de que uma mulher na Líbia, Imam Al-Obeidi, invadiu um hotel onde se hospedam estrangeiros para dizer à imprensa mundial que foi torturada e estuprada por militares do governo de Muammar Kadhafi. Já se disse desde então que ela é louca, prostituta e coisas do gênero. Mas a tv AL Jazzera fez uma reportagem em que denuncia que a prática de estupro é “arma de guerra” usada contra as mulheres na Líbia. A reportagem diz que viagras e camisinhas são distribuídos para os oficiais do exécito para estimular os estupros.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s